Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011
Poema

Olá mais uma vez caros leitores! :)

Hoje temos para vocês um poema de Florbela Espanca.

 

AMAR!

 

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui…além…
Mais este e aquele, o outro e toda a gente….

Amar!Amar! E não amar ninguém!

 

Recordar? Esquecer? Indiferente!…
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

 

Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar.

 

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder… pra me encontrar…

 

Florbela Espanca - "A mensageira das violetas"

 

E é tudo por hoje, esperamos que tenham gostado! :)

 

Irina



publicado por Leituras e Letras às 22:46
link do post | comentar | favorito

Bem vindos!
Somos 5 raparigas do 12ºE do curso de Humanidades. Pretendemos com este blog divulgar o nosso projecto bem como mostrar-vos o desenvolvimento deste. Esperamos atingir o nosso objectivo: divulgar a leitura.
Desejamo-vos boas leituras!
Translator
Dutch Spain English French
Contacto
leituraseletras.12e@sapo.pt
Chat
Regras: ter cuidado com a linguagem utilizada; respeitar os outros; NÃO fazer PUBlicidade.
Se queres sugerir ou criticar algo fá-lo aqui.
pesquisar
 
arquivos
Visitas
visitas
free counters

Usuários online usuários online